segunda-feira, dezembro 20, 2010

Crowdfunding: divulgação e articulação de recursos com a participação do público


Modelo do crowdfunding


Por Alê Barreto*


Na última turma do curso "Aprenda a Organizar um Show", que realizei em Porto Alegre, e na primeira turma do curso "construa sua presença digital saudável", ministrado em Brasília, falei que está mudando muito o conceito de comunicação. Antes, a preocupação era pensar a comunicação com foco no público que achávamos que teria relação com o que estávamos querendo oferecer. Agora a comunicação é pensada e realizada com o público. E mais: o público começa a ser percebido como principal financiador do projeto. Para dar exemplo, citei a experiência bem sucedida de um grupo de cariocas que trouxe para o Rio o show do Miike Snow.

No cinema isso já está acontecendo também. Veja outro bom exemplo de "crowdfunding", prática de articulação de recursos, através da mobilização de públicos interessados.



Público banca realização de filme (matéria de Marco Tomazzoni para o iG São Paulo)


Na minha opinião, melhor que tentar captar recursos é articular recursos. Um articulador de recursos pode ser bem mais interessante para o seu projeto do que um captador. Já pensou se este articulador de recursos for um fã do seu projeto?


Saiba mais sobre crowdfunding no



blog Crowdfunding Brasil, um grupo que difunde este modelo de financiamento pelo Brasil.


*********************************************************************************



* Alê Barreto é um administrador que gosta de arte, comunicação, cultura e entretenimento. Compartilha conhecimentos e suas experiências. Gosta de planejar e de meter a mão na massa. É também autor do livro Aprenda a Organizar um Show, primeira publicação livre e gratuita no Brasil sobre a tecnologia de produção de shows.

Trabalha sua presença digital saudável nos blogs Alê Barreto, "Aprenda a Organizar um Show" e Encantadoras Mulheres.

Recomenda a todos que conheçam a Associação Brasileira de Gestão Cultural e o SEBRAE.


21-7627-0690 (Rio de Janeiro)


alebarreto@gmail.com

6 comentários:

Diego Borin Reeberg disse...

Oi Alê, tudo bem?

Sou o Diego, um dos que ajuda a gerenciar o CrowdfundingBR.

Achei sensacional você falar sobre crowdfunding =)

Já havia lido um bom tanto de posts seus pra entender melhor sobre projetos culturais quando a gente tava começando a pensar em crowdfunding para esse fim.

Bem, não sei se você viu o nosso post de hoje, mas lá tem um vídeo de apresentação da nossa plataforma de crowdfunding para projetos criativos, acho que você pode achar interessante. Confere lá: http://bt.io/GTzv

Abraços.

Daniel Weinmann disse...

Opa, Alê! Que massa te ver falando de crowdfunding!

Não sei se tu vai lembrar, mas a gente já conversou sobre produção para a Amêndoa, numa tarde na CCMQ ;)

Desde aqueles tempos eu venho quebrando cabeça sobre modelos diferentes de financiar arte, e hoje eu tô de sócio do Diego (do comentário acima), criando o Catarse, além de ter fundado o CrowdfundingBR junto com os guris.

Fiquei muito feliz ao ver teu nome citado lá no nosso Google Groups e vim comentar aqui.

Grande abraço,
Daniel

Alexandre Barreto disse...

Alô Diego!
Que bacana esta iniciativa de vocês!
Aqui no blog tenho maior prazer de divulgar informações que auxiliem as pessoas a produzir arte, comunicação, cultura e entretenimento.
Vou olhar o vídeo!
Um abraço,
Alê Barreto

Alexandre Barreto disse...

Opa Daniel!
Claro que lembro de você e da nossa reunião em 2007 na CCMQ. Que legal reencontrá-lo :)
Bacana ver que você está indo à luta para viabilizar os trabalhos!
Um abraço!
Alê Barreto

Diego Borin Reeberg disse...

Que bom que gostou Alê. Assim que a gente for lançar eu te aviso.

Abraços, Diego.

rvertulo disse...

Para quem tiver interesse, visitem também o site brasileiro de CrowdFunding WacaWaca: http://www.wacawaca.com.br

Abraços