quinta-feira, abril 20, 2017

Qual é a sua prioridade?


Você está cuidando da galinha ou planejando a chegada do ovo?



Por Alê Barreto *
Uma pessoa que dissemina conhecimentos e atua em redes para promover mudanças





Nunca tivemos tantas opções para acessar conteúdo. Seja através do Facebook, dos aplicativos nos smartphones, dos games que de entretenimento estão se tornando esportes, seja através da tecnologia disponibilizada nos novos produtos eletrônicos da era da "internet das coisas", há muitas possibilidades de se consumir conteúdo. Gratuito ou pago. Você pode ouvir uma música no celular ou no computador, sem pagar e pode também fazer suas compras o olhar novidades do mundo da moda.


A racionalização da execução das nossas tarefas auxiliados por tanta tecnologia nos trouxe, sem sombra de dúvida, a possibilidade de termos mais tempo livre. Por outro lado, nos trouxe também um problema: piorou nossa capacidade de estabelecer prioridades. Quanto mais opções temos, mais lento se torna o processo de decisão. Requer maior tempo de análise de todas as opções disponíveis.


Precisamos decidir tudo rápido? Não. Podemos esperar o tempo que quisermos para tomar uma decisão? Também não. E aqui há um ponto interessante para se pensar. Estabelecer prioridades serve apenas para tornar mais rápido ou lento o nosso processo de decisão?


Estabelecer prioridades, acima de tudo, nos ajuda no presente e no futuro. No presente, porque nos ajuda com as questões operacionais do dia a dia. Nos ajuda a gerenciar a rotina. No futuro, porque podemos determinar quanto do nosso tempo no presente vamos utilizar para construir coisas a longo prazo. Nos ajuda a planejar o futuro. Se eu não cuidar da galinha no presente, não vou ter ovo no futuro. Mas se eu não pensar na necessidade de criar condições para que alguns ovos gerem novas galinhas, corro o risco de extinguir a galinha.


Mas se priorizar é um processo de escolha, o que devo escolher: gerenciar a rotina ou planejar o futuro? Devo gastar mais tempo gerenciando a rotina ou mais tempo planejando o futuro? Cuidado com as fórmulas. A resposta para esta pergunta não é genérica. É particular, própria de cada um.


Um bom exercício que pode lhe ajudar a pensar sobre suas prioridades é perceber o quanto você prioriza ser protagonista da sua vida ou prioriza ser coadjuvante de outras histórias de vida. 


Você ocupa seu tempo se abastecendo de notícias para melhorar sua capacidade de priorizar ou para se tornar mais um torcedor das inúmeras competições e polêmicas criadas todos os dias?


Você utiliza mais o seu tempo com as questões da sua vida prática ou utiliza mais o seu tempo pensando, formulando teses, opiniões, julgamentos e explicações para acontecimentos que não fazem parte do seu dia a dia e que tampouco tem conexão com o futuro que você deseja construir?


Pensar sobre suas prioridades pode aumentar a sua capacidade de realizar os seus projetos independentes.





[Nossa audiência: este blog já recebeu 662.575 visualizações de páginas]


[Gostou do conteúdo? Comente para pessoas que tenham interesse no tema e divulgue no seu mailing e redes sociais. Obrigado! Se você achar que o texto não ficou claro, envie sugestões de melhorias para alebarreto@gmail.com Quero aprender com você. Cadastre-se e receba conteúdos enviando seu e-mail para alebarreto@gmail.com]




*************************************




Alexandre Barreto é administrador, consultor e palestrante. Criador da marca e blog "Produtor Independente", desde 2006 inspira artistas, produtores e empreendedores no Brasil. Administrador pela Escola de Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (EAD/UFRGS) e MBA em Gestão Cultural pela Universidade Cândido Mendes (RJ) e Associação Brasileira de Gestão Cultural. É autor dos livros Aprenda a Organizar um Show e Carreira Artística e Criativa Saiba mais

tags: Facebook, Tecnologia, Entretenimento, Produtos eletrônicos, Compras e moda, Esportes, Rede social, Celulares, Música, Computadores, prioridades, gerenciamento da rotina, planejamento, administração da sua independência

Nenhum comentário: