quarta-feira, janeiro 29, 2014

O produtor de uma banda tem que ser um faz tudo?





Por Alê Barreto *
alebarreto@gmail.com


Muita gente que participa dos meus cursos diz (e muitas vezes, com muito orgulho) que o produtor é um "faz tudo". Pode até em alguns momentos ser. Mas não há lugar nenhum que dica que "sempre terá que ser um faz tudo".

Há uma grande confusão que precisa ser esclarecida.


Início da vida profissional
Todo mundo que começa a trabalhar é faz tudo. O desenho do "estagiário faz tudo" acima ilustra bem isso.


Início de empreendimento
Todo mundo que inicia um empreendimento é faz tudo. Isso porque você não tem recursos para contratar uma equipe. Isso não quer dizer que o produtor está "condenado" a ter que fazer mil atividades.


Falta de informação
Como muita gente aprende na prática, acaba "copiando" a maneira de outras pessoas trabalharem. Muitas pessoas não conseguem se livrar da maneira "caótica" de trabalhar do modo "faz tudo" e acabam ensinando para novos profissionais que isso é o certo.


Com mais organização, melhoramos a gestão das pessoas, sua qualidade de vida e também aumentamos a produtividade


A dificuldade de perceber em meio a rotina do dia a dia que uma produção necessita ampliar sua organização ao longo do tempo talvez seja uma das maiores causas dos produtores trabalharem no sistema "faz tudo".

Quando se começa a organizar e planejar um trabalho, começa-se a perceber que cada atividade exige um profissional. É como um time de futebol: tem que ter goleiro, zagueiro, atacante, etc.



Até que ponto uma atividade deve ou não ser feita por um produtor?

Não existe regra fixa. É livre negociação. O importante é que o produtor defina que atividades fazem parte da prestação de serviços que está propondo para o artista, antes de começar.

Quanto mais detalhada for uma proposta de trabalho, mais garantias você terá que o seu tempo será utilizado para fazer o que realmente está se propondo.


******************************************************************************************************

Alexandre Barreto, mais conhecido como “Alê Barreto”, criador do blog, da marca e do programa "Produtor Cultural Independente", é um profissional multifuncional. Administrador de empresas, gestor cultural, gestor de pessoas, gerente de projetos, produtor executivo, consultor, criador de conteúdo, professor e palestrante. Seu trabalho pioneiro de disseminação de informações no blog e livro "Aprenda a Organizar um Show" têm inspirado pessoas que produzem ações culturais, artísticas e de economia criativa no Brasil.

Rio de Janeiro (21) 9 7627 0690/ Porto Alegre (51) 9473-1561 alebarreto@gmail.com

Atualmente é um dos gestores do Grupo Nós do Morro no Rio de Janeiro. Concluiu o curso MBA em Gestão Cultural na Universidade Cândido Mendes (RJ) e está finalizando sua monografia sobre carreira artística com a orientação da consultora Eliane Costa.

2 comentários:

Marlouve Menezes disse...

Seja você estagiário ou um empresário, se consegue ser um faz tudo com qualidade, significa que o sucesso está próximo.

Godoy disse...

Excelentes bandas em http://www.bheventos.com.br/fornecedores/banda